domingo, 4 de outubro de 2009

Há coisas em mim que não entendo

Num jantar, o pai de uma amiga minha estava a ser racista. Ela ia começar a pronunciar-se mas calou-se. Eu fui a única que reparou.
No minuto a seguir, o meu pai estava a ser homofóbico. Eu ia começar a pronunciar-me mas calei-me. Ninguém reparou.


Que medo é este de enfrentar-mos os nossos pais? De dizermos aquilo em que acreditamos e defendemos? Porque é que nos calamos com medo que descubram a verdade, quando para nós a verdade é boa, é perfeita?
Não entendo. Sei que tenho razão, que sou melhor pessoa pelos princípios que tenho, mas não os consigo defender, não consigo enfrentar as pessoas, principalmente aqueles que amo. Fico com medo, medo de me expor demasiado, acho eu.


Mas, se sou feliz por ser quem sou, de que é que eu tenho medo?

6 comentários:

Sou a Joana disse...

É que é mesmo :/ ..

pinguim disse...

De exteriorizar essa felicidade...

♥ ƬลttΨLoira ♥ disse...

Olá,não tenha medo de ser julgada...Na hora certa vc vai conseguir se expressar,assim como eu qdo me revelei aos meus pais.Também tinha medo do que ele iria pensar e falar,mais ele me apoiou pelo fato de saber os meus valores e que nada em mim mudaria devido a minha opção sexual.Quem sabe com vc não aconteça o mesmo =)
E vc só vai saber se tentar...Bjus Querida e ótima semana...

Ana disse...

Não sei. De que é que tens medo, mesmo?

Dantins disse...

Não faz sentido teres medo. Eu não suporto comentários racistas e intervenho sempre que os oiço, contudo, a cor da minha pele é branca. Logo, por seres contra um determinado tipo de descriminação, não faz obrigatoriamente que faças parte desse grupo.

Curiosamente eu antes de perceber sequer que era homossexual, já marcava a minha posição contra qualquer comentário homofóbico.

Deves marcar a tua posição, é com pequenos passos que tentas mudar mentalidades e sobretudo que exiges que respeitem a tua opinião.

Compreendo que não queiras magoar aqueles que amas, mas será justo serem eles a magoar-te com os seus comentários?

Valsa Lenta disse...

Sentir medo é natural é a nossa reacção ao perigo, ao desconhecido.
O importante é saber quem É, valorizar cada sentimento, viver a vida de verdade e na verdade com quem ama.

Felicidades