segunda-feira, 30 de novembro de 2009

É preciso ter azar.

Eu até sou uma miúda fixe, até costumo estar atenta nas aulas, não faço muito barulho, fico cá atrás sem dar nas vistas, sou simpática para os professores, faço muito bem as minhas funções de delegada de turma, no geral, sou a aluna (quase) exemplar.

No entanto não tenho nenhuma professora de 25 anos, bastante... gira, que dê gosto olhar para ela. Nem nenhuma estagiaria a dar-me aulas. Não é azar?! Vejo toda a gente a ter professoras giras, e eu nada!
(Tive no meu 6º ano duas professoras bastante... atraentes. Mas eu tinha 11 ou 12 anos! Sabia lá o que era uma mulher!)
Tenho de me contentar com as minhas professoras com já alguma idade, que até podem ser charmosas (que o são) mas que tem mais que idade para ser minhas mães!


Ainda por cima há uma professora lá na minha escola que é tão linda..........

domingo, 29 de novembro de 2009

“Burro velho não toma andadura, e se a toma pouco dura”.

Infelizmente receio que seja verdade.

Burro velho não aprende línguas.
E se quisermos mesmo que o burro velho aprenda línguas?

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Dentista



Porque é que os dentistas tem a mania de fazer perguntas quando as pessoas estão de boca aberta e, por esse motivo, não conseguem responder?!

Eu acho que é mesmo para gozar. Só pode! [eu cá faria isso se fosse dentista...]

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Dia Internacional de Luta contra a Violência sobre a Mulher‎




Falando em números, no primeiro semestre do ano de 2009:
  • 2999 mulheres sofreram maus tratos psíquicos;
  • 2529 mulheres sofreram maus tratos físicos;

[Dados daqui]

  • De Janeiro até ontem foram mortas 26 mulheres. Neste momento podem ser mais;

Que nojo de pessoas, que nojo de mundo.
(mas como a esperança é a ultima a morrer) A solução passa por si. Faça alguma coisa.

Dias de chuva



Estes dias de chuva convidam mesmo a passar o resto da tarde no sofá, com um cobertor, a ver Grey's Anatomy....



Ai... Se não tivesse de estudar...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

I Want to Break Free!

sábado, 21 de novembro de 2009

2012


aqui tinha falado do filme. Hoje finalmente vou ver.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Vá, tinha de falar do Prós e Contras

Muitas coisas há para dizer, ou melhor, a lamentar.

É triste ver que os que estavam a favor do referendo e contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo estão cada vez mais ignorantes.
Continuam com os mesmos argumentos sem sentido, os mesmos preconceitos, baralham-se a falar, confundem conceitos importantes, contrariam-se, inventam coisas, e mesmo assim não conseguem perceber isso, não conseguem (ou não querem?) reconhecer os erros, e não conseguem melhorarem.

É triste.

Mas nem tudo é mau. E todos os que são contra o referendo e a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo acho que concordam comigo quando digo que tivemos naquele debate bons representantes, com muita paciência contra a ignorância, e falando sempre bem.
Miguel Vale de Almeida, que fala sempre bem, Paulo Côrte-Real, igualmente bom, Isabel Moreira, que cada vez gosto mais de ouvir, Jorge Lacão, que me deixou surpreendida pela positiva, e tantos outros presentes nesta luta, que me deixam com esperança.


O casamento vai ser aprovado, tem de ser aprovado, já devia de ter sido legalizado. Não há outra hipótese.


[um pequeno à parte. Casamento homossexual? Mas o casamento agora tem orientação sexual? Casamento entre pessoas do mesmo sexo. Ou só casamento. Se faz favor.]


(uma critica mais extensa e completa aqui)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Esclareçam-me aqui uma dúvida

Que eu sou muito nova e muito ingénua e muito utópica.

(Nem pergunto porque raio é que querem que haja referendo, nem porque é que ainda não é legal duas pessoas do mesmo sexo se casarem... Isso nem tem resposta lógica possível)

Se o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo for a referendo, será que é aprovado?


[Eu até acho que sim...]

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Que ignorância a minha...





Conheço a musica desde sempre.
Sempre ouvi falar do filme.
Mas só há pouco tempo é que eu soube que a fantástica Jennifer Beals faz parte do elenco!

Mas pronto, assim já tenho um incentivo maior, tenho mesmo de ver o Flashdance!



Já agora, ela não é tão... bela?

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

E o prémio nobel da pessoa mais viciada no farmville vai para.....

Para mim, pois.

Já tinha feito um quiz lá no facebook para ver o quanto viciada eu era, e deu-me 100%.
Aliás!, eu só criei conta no facebook para ter uma quinta...

Mas isto, ultrapassa os limites.
Fiz uma declaração de amor à minha namorada através do farmville.



Acho que preciso de ajuda... Estou mesmo viciada no FarmVille!


(vá, apesar de ser uma das coisas mais cromas que eu já fiz, até está querido... não?)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Hoje é um dia muito triste para os Benfiquistas e os outros*






*Sim, só há dois tipos de adeptos: os benfiquistas e os não-benfiquistas/outros. :P

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Martin Luther King

( Odeio o facto de, por ser demasiado emotiva, não conseguir expressar as minhas opiniões como deve de ser, ou sequer de as exprimir de todo.
Há certos assuntos que simplesmente não consigo falar em publico, à frente de muita gente, que sei que acham que aquilo que eu digo e defendo é idiota e irreal, assuntos que me afectam directamente ou indirectamente e que me deixam super nervosa e com vontade de explodir. São assuntos que me magoam de tal maneira no coração que não consigo sequer ter forças lutar. (pelo menos para já. Espero mudar isso.)
E depois fico com coisas para dizer e venho para o blog escrever.
)

Hoje o tema era Martin Luther King, que se pode dizer que é um dos meus modelos a seguir. Para além de o idolatrar, de achar que foi uma das pessoas mais importantes na luta pelos direitos civis e nunca ter desistido, morreu por aquilo que acreditava e isso acho que é das melhores forma de morrer.
Mas, apesar de lhe dar todo o mérito do mundo, o que ele fez não foi assim tão eficaz como dizem. Foi bom, foi óptimo. Melhorou e muito a vida de muitas pessoas e reconheço isso.
Mas se tivesse sido eficaz, hoje não haveria discriminação, não haveria racismo.
E eu vejo todas as pessoas a dizerem o que é politicamente correcto, mas a agirem contra isso. Vejo todos os dias as pessoas a discriminarem os outros só porque são diferentes delas. As pessoas a dizerem que querem igualdade e estão fartas de injustiças, e depois a acharem que são melhores que as outras só porque agem conforme o padrão da normalidade criado pela sociedade.

E acho que não era isso que Martin Luther King queria. De hipocrisias, do politicamente correcto mas não sentido, das mentiras, da discriminação, do racismo, a opressão, da violência, acho que ele já estava farto.
Por isso, não me venham com moralismos se não acreditam naquilo que dizem. E se acreditam, toca a fazer alguma coisa por isso, alguma coisa de positivo, de preferência.


(e teria tanto mais para dizer... Desde o "porque raio é que há discriminação, se somos todos humanos?" até ao "Será que algum dia se conseguirá igualdade?", passando por "Se as pessoas podem escolher entre serem idiotas e serem boas pessoas, porque é que escolhem ser idiotas?"...)