quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Será que a minha vontade de ajudar os outros é inversamente proporcional à minha capacidade de o fazer?

3 comentários:

Pipoque disse...

às vezes, simplesmente, não temos o que é preciso..

Jéssica disse...

vou também me apoderar da sua pergunta.

Viajante do Tempo disse...

Por vezes, demora a percebermos a forma como o podemos fazer.