quarta-feira, 24 de junho de 2009

Antes de se começar uma relação devia haver um papel escrito a dizer tudo o que a outra parte tem direito.

Eu gosto muito do meu quartinho, as paredes, a cama, os lençóis amachucados, as secretárias com pacotes de bolachas, o roupeiro com cintos e ténis espalhados, e as gavetas cheias de roupas.
Gosto. Gosto mesmo da minha desorganização. A minha mãe já não gosta tanto mas isso é outra coisa.


Dito isto, digam-me, caros especialistas em relações, por acaso a minha namorada pode estar no meu quarto e sabe-se lá porque começar a abrir as minhas gavetas, e a gozar com as minhas camisas favoritas? E com os pijamas coloridos que a minha avó me deu (e que diga-se de passagem eu também gozaria) ? E abrir o armário e dizer "O que é isto?" com um ar espantado/divertido referindo-se à desorganização (mas para o armário eu tenho uma desculpa, é que eu passo muito tempo lá) ?





(A sorte é que se não fosse esta curiosidade pelas minhas gavetas nunca tinha descoberto aquele top preto que andava desaparecido...)

2 comentários:

Kate disse...

Cá a mim era-me indiferente, podia encontrar tudo menos pornografia, e as minhas gavetas e afins até têm coisas bastante interessantes por isso seria engraçado. Mas antes disso já tinha levado uma cacetada por invadir a minha privacidade mwuaha.

Leonor disse...

Eu não gosto que me vasculhem as coisas. Odeio. Não que eu lá tenha alguma coisa fora do normal.. Epá... É esquisito!